A ESTAÇÃO NO 
                CLIMA DO OUVINT
E

    


Servidores em ato público exigem pagamento de salários

08 AGO 2017
08 de Agosto de 2017
Servidores do estado realizaram ato público nesta terça-feira (08/08) em frente ao Palácio Guanabara, no bairro Laranjeiras, no Rio de Janeiro. Os profissionais exigem o pagamento dos salários atrasados para mais de 200 mil servidores. O protesto foi organizado pelo Movimento Unificado dos Servidores Estaduais (Muspe).
De Campos saíram delegações da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), do Sindicato Estadual dos Profissionais do Rio de Janeiro (Sepe) e da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec).
Professores e alunos da Uenf estenderam faixas e bandeiras relacionadas ao pagamento de salários e bolsas atrasadas, além da solicitação do pagamento das verbas de custeio que estão suspensas desde outubro de 2015, segundo informou a Associação dos Docentes da Uenf (Aduenf).
Segundo a professora da Faetec Victoria Freitas Carogio Manhães de Araújo, “acho lamentável todo esse descaso com os servidores da Secretaria de Ciência e Tecnologia. Sabemos que se trata de um projeto muito maior. Um projeto nacional de desmonte da educação pública. Hoje estamos mais do que trabalhando sem receber. Estamos pagando para trabalhar e chegamos ao nosso limite”, disse.
Victoria lembrou que os profissionais da Faetec param as atividades por 48 horas, a contar a partir desta terça, e que ao fim da paralisação, até a regularização dos salários. “Estamos sendo empurrados pra uma greve porque não temos condições de funcionamento, nem como pagar as nossas contas e alimentação”, 

Voltar