A ESTAÇÃO NO 
                CLIMA DO OUVINT
E

    


Manifestantes fecham RJ-158, em Campos, para pedir melhorias no transporte público

04 MAR 2019
04 de Março de 2019
Moradores da localidade de Itereré, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, fecharam um trecho da RJ-158 no início da manhã desta quinta-feira (28) para pedir melhorias no transporte público. A rodovia ficou fechada por cerca de duas horas.
O grupo colocou fogo em galhos para impedir o fluxo de veículos na rodovia.
Os moradores alegam que a localidade está há cinco meses sem ônibus e que precisam pagar uma tarifa de R$ 6,50 em um coletivo que vem de São Fidélis para conseguirem chegar ao Centro.
Em nota, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) informou que, desde janeiro, a Viação Cruzeiro realiza o transporte de passageiros da localidade em caráter emergencial, após a concessionária responsável ter abandonado a linha que atendia Itereré.
Segundo o IMTT, os horários no trajeto Rio Preto X Rodoviária Roberto Silveira (Via Itereré) são às 5h, 8h,10h, 12h, 15h e 17h. Já no trajeto Rodoviária X Rio Preto (Via Itereré), os veículos partem às 6h15, 10h,12h,13h, 17h e 19h30.
O órgão divulgou também que vai verificar se houve alguma falha no atendimento e, em caso positivo, notificar a empresa para adequação.
O IMTT ressaltou ainda que o novo sistema de transporte público em projeto na cidade está em véspera de publicação do edital. O sistema prevê melhorias para todo o município através de um sistema alimentador de passageiros.

Voltar